quinta-feira, 29 de setembro de 2011

O beijo que foi censurado e a confirmação da gravação da cena de amor

Como prometido pelo próprio SBT, segundo diversos sites, ocorreria mais um beijo entre as personagens Marcela (Luciana Vendramini) e Marina (Giselle Tigre), porém, no momento em que todos nós estávamos na expectativa, o comercial entra. Todos se revoltam nas redes sociais, como twitter, facebook, orkut, etc., porém, a cena acaba sendo postada pelo próprio site do SBT e, além disso, uma matéria falando sobre o beijo, esse que teve mais de 1.000 visualizações em menos de 1h, mesmo tendo sido postado depois das 00h.

Todos sentem um certo alívio, apesar de lamentarmos por não ter sido televisionado - deixando claro que o beijo fora quase um selinho, como vocês poderão ver em seguida -, ao menos tivemos acesso a ele. Porém, eis que o SBT, na manhã do mesmo dia, não só retira do ar o vídeo e coloca em seu lugar um de Maria (Graziella Schmitt) e José (Cláudio Lins), como retira a matéria sobre o beijo.



Está no 4shared pois o SBT mandou retirar o vídeo de todos os canais do Youtube.

Não foram apenas os fãs do casal e os simpatizantes da causa que ficaram decepcionados, mas as próprias atrizes, segundo informações da Folha, sentiram-se tão decepcionadas quanto nós, como era de se imaginar. Segue matéria da Folha:
O SBT cortou de "Amor e Revolução" o segundo beijo na boca entre Marina (Giselle Tigre) e Marcela (Luciana Vendramini), que iria ao ar na terça. O diretor Reynaldo Boury disse que a cena não existia, mas ela vazou na internet. "Não gravamos beijo e garanto que não vai ter." Luciana Vendramini, no entanto, confirmou a filmagem. "A Giselle acabou de me ligar e disse que a cena não foi exibida. Não assisti à novela porque trabalhei até tarde. Não entendemos o porquê. A gente gravou e ficou muito bonito. Estamos tristes, foi uma decepção."

Além disso, a Folha também traz novidades sobre a tão mencionada cena de amor que ocorreria entre Marcela e Marina, além de mais um beijo entre as personagens:
A coluna apurou que, além do segundo beijo, um terceiro foi realizado, assim como cenas de Marina e Marcela na cama. Em 12 de maio, foi exibido o primeiro beijo delas. Em junho, o SBT cortou o beijo entre Jeová (Lui Mendes) e Chico (Carlos Artur Thiré). Uma pesquisa teria apontado que o público estava insatisfeito com o beijo explícito. O SBT não quis comentar. 
Ou seja, a cena de amor realmente fora gravada, além de mais um beijo entre as atrizes (o qual eu imagino que seja exibido caso o público escolha que elas devem ter um final feliz, segundo o próprio autor Tiago Santiago, em seu twitter pessoal). Além do mais, a cena do beijo acima, que fora postada em nosso canal, especificamente, recebeu nove (9) menções honrosas pelo Youtube, em cerca de 48h.


A pergunta final é: Será o SBT capaz de exibir a cena de amor, já que censurou até um beijo tão discreto como esse?

5 comentários:

Déia on 30 de setembro de 2011 00:08 disse...

Deveria sim ter ido ao ar. A mídia tm o importante papel de concientizar a sociedade!

Flash on 30 de setembro de 2011 01:04 disse...

Esse ainda não tinha visto, parabéns pelo blog muito bom mesmo vim retribuir a visita. Obrigado. E desejo a você muito sucesso.

lollyoliver on 30 de setembro de 2011 17:11 disse...

Deveria ter ido ao ar sim! Se continuar assim a mídia nunca vai conseguir conscientizar a sociedade. E acho que não tem nada de mal em um beijo gay. E tem mais, se não fossem esses autores e emissoras que sei lá tem medo de passar algo que seria tão importante passar na televisão, mas não sei porque acontece mas, gostaria que não fosse assim.
http://lollyoliver.wordpress.com/

Diogo on 30 de setembro de 2011 17:56 disse...

O SBT quer aparecer, quer ter sua audiência aumentada, mesmo que seja com cenas que não foram ao ar.

Manuella disse...

Será que vão pelo menos postar no site a cena de amor delas ? Tomara, pois eu quero muuuuito ver !

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Visitantes Online

Quer nos seguir?

Brasil Sem Preconceito Copyright © 2011 Community is Designed by Brasil sem preconceito