terça-feira, 24 de abril de 2012

As Brasileiras: Gabriela fica revoltada quando descobre que a mãe virou lésbica



No episódio de As Brasileiras que vai ao ar na quinta-feira, dia 26/04, Gabriela (Sandy Leah) fica revoltada com a escolha (sic) de sua mãe. A moça, dona de uma personalidade forte, adora parecer moderna e é contra o preconceito. Na verdade, ela era contra o preconceito até o dia em que sua mãe, Olinda (Regina Braga), decide abandonar a viuvez de anos para namorar uma mulher.


Gabriela, “A reacionária do Pantanal”, fica indignada ao descobrir que Olinda está apaixonada por Noêmia (Xuxa Lopes), e não entende o motivo pelo qual a mãe decidiu virar (sic) lésbica. Outra coisa que a moça não entende muito bem é o fato de os irmãos, Guilherme (Cadu Fávero), Guiomar (Suzana Ribeiro) e Gustavo (Danton Mello), aceitarem a situação com tanta naturalidade.

Em Corumbá, uma cidade não muito grande, o namoro de Olinda e Noêmia logo vira notícia e acaba atrapalhando o namoro de Gabriela e Maurício (Pedro Neschling). E quando a vida da mãe interfere na vida da moça, Gabriela vira uma fera e decide cortar relações com Olinda.


As Brasileiras é um programa de Daniel Filho, inspirado na obra audiovisual As Cariocas, realizada com base na obra de Sérgio Porto. Uma coprodução da Rede Globo com a Lereby, a série vai ao ar às quintas-feiras, na Rede Globo, logo após A Grande Família.

* A matéria em questão é de inteira responsabilidade dos seus criadores, assim como seu crédito total.

Agora é a minha vez... Posso comentar? Bem... Que palhaçada é essa? Há tanto erro nessa matéria que eu precisava comentar de alguma forma! Começando pelo título que já é ridículo por si só. Ninguém "vira" nada. Ela se descobriu lésbica, no mínimo, isso se já não sabia desde sempre e nunca assumiu para si mesma. Marquei de vermelho tudo o que eu vi de absurdo. Vamos fazer um joguinho rápido, revistas de telenovelas que não procuram se informar sobre as coisas? Vamos lá: orientação sexual NÃO se escolhe. Não existe escolha; não existe opção; não existe "virou"; não existe "decidiu", existe aconteceu, sentiu, apaixonou-se, é e sempre foi! Aprendam de uma vez e não nos irritem mais. Obrigada.

2 comentários:

M.Massafera on 24 de abril de 2012 08:06 disse...

Creio eu que a culpa seja da revista que usou o termo "virar" de forma equivocada, porque esse é, de longe, o capítulo de As Brasileiras que mais quero ver, não me sinto nem um pouco revoltada com ele, muito pelo contrário: estou otimista e me parece ser o único "que presta" na série.

Ele vai mostrar a realidade que vivi: minha mãe se separou do meu pai e desde então vive com uma mulher, e minha irmã se diz muito moderna mas até hoje a verdade é que ela não aceita minha mãe.

Acredito que esse episódio vai ter um final e feliz e vai mostrar uma parte importante da luta contra contra o preconceito: a difícil parte onde as pessoas tem de aceitar a realidade muito próxima. Porque é muito fácil respeitar o diferente na família do vizinho.

Acho que a tv mostrar uma situação de conflito inicial com um final feliz é muito mais produtivo do que mostrar apenas a violência contra o gay, ou simplesmente a aceitação do gay de estereótipo alegre e travestido...

Brasil Sem Preconceito on 24 de abril de 2012 08:12 disse...

Sim, Massafera, até citei as revistas, pois me direcionei especificamente a elas. Estou curiosa também para assistir a esse episódio.

Nossa, que história a sua... E o incrível é que também conheço alguém próximo com a mesma história. E lhe admiro pelo fato de conseguir aceitar e por ter tentado compreender a sua mãe, respeitando-a. Isso é muito importante e creio que ela deve se sentir orgulhosa de você.

Com certeza é muito melhor. Na verdade, seria o correto quase sempre. É aquela coisa que muita gente reclamou na novela que falava de homofobia: não podia ter beijo gay mas todo mundo poderia assistir a um assassinato por homofobia. O que há na cabeça dessas pessoas? Não digo nem unicamente da emissora, pois ela responde ao apelo do público e, infelizmente, a mente dos brasileiros ainda está avançando gradativamente.

Obrigada pelo seu comentário, opinião e história, foram muito válidos. Abraços.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Visitantes Online

Quer nos seguir?

Brasil Sem Preconceito Copyright © 2011 Community is Designed by Brasil sem preconceito