quarta-feira, 18 de abril de 2012

Rapaz é agredido e enfermeiro o aconselha a tratar homossexualidade


O caso surpreendente aconteceu na Itália, especificamente em "Reggio Calábria", uma província italiana do sul do país. Um homossexual de 28 anos foi vítima de dupla agressão, sendo uma física e a outra moral. 

Cláudio T., atua como Drag Queen em Catânia, segunda maior cidade da Sicília, e nunca escondeu sua homossexualidade. Na noite da última sexta-feira, 13, ele estava na rua conversando com alguns amigos quando um grupo de 4 ou 5 jovens, com idades entre 22 e 27 anos de idade, começou a assediá-lo gritando insultos homofóbicos. Cláudio tentou ignorá-los. Num primeiro momento, Isso pareceu encerrar o incidente, mas quando o grupo começou a se retirar, um deles se virou e deu um forte soco no rosto de Cláudio, que começou a sangrar.

Depois de registrar queixa na polícia, Cláudio foi a um hospital para procurar atendimento, no entanto, o que ele encontrou foi mais agressão. Um dos enfermeiros que o atendeu, perguntou se ele já havia tido relações sexuais com uma menina. "Não o teriam agredido se você estivesse com uma bela garota" disse. O enfermeiro disse ainda que a homossexualidade é uma doença "causada por um problema hormonal", e encorajou Cláudio a ir a um psicólogo para se curar. Aparentemente, nenhum dos médicos que estavam presentes interveio.

Cláudio anunciou que fará uma queixa sobre o assédio moral nos próximos dias. Seu nariz está quebrado e ele está profundamente abalado pelo ocorrido. Para ele, o ataque mais doloroso não foi o físico, mas o sofrido no hospital. "Eu sou mais um exemplo de como a Itália é um país incivilizado. Para mim a maior dor é a moral ", disse ele.

As últimas semanas na Itália foram marcadas por uma série de ataques violentos em várias partes do país. Espera-se que esta sucessão de ataques não anuncie uma repetição do terrível "verão homofóbico"  de 2010.

* A matéria em questão é de inteira responsabilidade dos seus criadores, assim como seu crédito total.

2 comentários:

Tai on 18 de abril de 2012 17:55 disse...

Esse reacionarismo já era esperado, afinal, apesar de constituir um dos mais ricos e desenvolvidos países do mundo, o italiano é um dos povos mais provincianos e conservadores da Europa; eu suponho que haja muito do fundamentalismo católico na cultura arraigada que gera esse reacionarismo

Brasil Sem Preconceito on 20 de abril de 2012 21:09 disse...

É verdade, Tai, muito bem colocado.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Visitantes Online

Quer nos seguir?

Brasil Sem Preconceito Copyright © 2011 Community is Designed by Brasil sem preconceito