quarta-feira, 4 de abril de 2012

Infâmia (The Children's Hour) - 1961 + Crítica

Opinião (por Brasilsempreconceito.com): Eu acabei de assisti-lo. Comecei a assistir mais de 2h da manhã e acabei agora, às 4h20. Só por estar completamente cansada, doente, e com muito sono, conseguir assistir a um filme inteiro por mais de 2h, todo em preto e branco, que promove os acontecimentos de forma lenta, é porque o filme é realmente muito, mas muito bom! Não sou crítica, apenas dou minha opinião sobre os filmes que publico neste site, portanto não julgarei por conceitos técnicos, e sim como uma leiga sobre filmes, e ele é realmente fantástico. É óbvio que para aqueles que procuram filmes que se desenvolvem com muita dinâmica, com sexo, etc., não irão gostar de Infâmia, porém, para aqueles que gostam de, não apenas um clássico, mas de um bom filme, seja ele novo ou antigo, não irá se arrepender de baixar este filme. Filme delicado, que mostra o quanto uma sociedade preconceituosa pode destruir com a vida de qualquer um. Mais que isso, mostrando sentimentos que até então não eram entendidos por uma das personagens. Infelizmente, para quem está acostumado a assistir a filmes mais dinâmicos, pode ficar "torcendo" para que ocorra algo além. Não quero falar mais nada pois estragarei a graça de assisti-lo. Mas posso dizer algo: moderno para a época e mostra o quanto nós pouco progredimos. Recomendo demais! 


Nota: 10.


Sinopse: Duas professoras de uma escola particular têm suas vidas viradas do avesso quando uma das crianças denuncia um sentimento um pouco maior que amizade entre as duas. A avó da garota, poderosa na cidade, trata de espalhar a história e fazer com que todos se voltem contra as pecadoras.



Gênero:
Direção:
Roteiro:
John Michael HayesLillian Hellman
Produtores:
Robert WylerWalter Mirisch,William Wyler
Elenco:
Audrey Hepburn (Karen Wright)James Garner (Dr. Joe Cardin)Miriam Hopkins (Mrs. Lily Mortar)Fay Bainter (Mrs. Amelia Tilford)
País de Origem:Estados Unidos da América
Estreia no Brasil:19 de Dezembro de 1961
Estreia Mundial:1961
Duração:107 minutos

Senha: intercinegay







Fonte: Intercinegay




2 comentários:

lina solidao on 27 de abril de 2012 15:27 disse...

Amor

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração para de funcionar
por alguns segundos, preste atenção. Pode ser a pessoa mais importante da
sua vida.
Se os olhares se cruzarem e neste momento houver o mesmo brilho intenso
entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o
dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante e os olhos
encherem d'água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do dia for essa pessoa, se a vontade de
ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um
presente divino: o amor.
Se um dia tiver que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca
receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais
que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.
Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a
outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las
com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer
momento de sua vida.
Se você conseguir em pensamento sentir o cheiro da pessoa como se ela
estivesse ali do seu lado... se você achar a pessoa maravilhosamente linda,
mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados...Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que
está marcado para a noite... se você não consegue imaginar, de maneira
nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...
Se você tiver a certeza que vai ver a pessoa envelhecendo e, mesmo assim,
tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela... se você preferir
morrer antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. É uma
dádiva.Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou
encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e por não prestarem
atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer
verdadeiramente.É o livre-arbítrio. Por isso preste atenção nos sinais, não deixe que as
loucuras do dia a dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o amor.
Autor: Carlos Drummond de Andrade

Édna on 6 de maio de 2012 11:56 disse...

Adorei o filme!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Visitantes Online

Quer nos seguir?

Brasil Sem Preconceito Copyright © 2011 Community is Designed by Brasil sem preconceito